sábado, 14 de julho de 2012

O que preciso para começar a colecionar selos?




Eis alguns instrumentos indispensáveis para quem quer coleccionar selos: 
PINÇA FILATÉLICA: peça de metal leve, extremidades lisas. É utilizada para manipular os selos sem fazer pressão ou danificá-los.

LENTE DE AUMENTO: instrumento de grande importância usado para examinar pequenos detalhes, curiosidades, variedades, etc.

CHARNEIRA: pequena fita de papel gomado, transparente, que adere no verso do selo quando colado no álbum.

BOLSA PROTECTORA (tipo Hawid / Fila-Band / Maximaphil): protector plástico de duas folhas, entre as quais se coloca o selo, sem necessidade de cola, preservando assim sua forma original.

ÁLBUM: livro com folhas soltas de cartolina branca ou preta onde são colocados os selos por meio de charneira ou bolsa protectora.

CLASSIFICADOR: livro com folhas fixas ou presas com argolas. Estas folhas podem vir atravessadas por tiras de papel tipo celofane, manteiga ou de plástico, ou ainda de outro material transparente, presas por três lados, deixando um, o superior, aberto, onde são colocados os selos. O classificador, ao contrário do álbum, destina-se a manter os selos soltos para que fiquem à disposição do coleccionador que os estuda.
É simples começar a coleccionar selos. Os envelopes em bom estado devem ser conservados. Para os demais basta cortar cuidadosamente o envelope ao redor dos selos, descolar os selos em água, secá-los em papel absorvente, e, depois, guardá-los em classificadores. Quando há selos duplos, eles devem ser trocados com outros filatelistas.