sábado, 14 de julho de 2012

Devo colecionar selos novos ou usados?




Este é um dilema que aflige todos aqueles que se iniciam na Filatelia.
Os selos novos são mais atraentes, não estão marcados pelo carimbo. Entretanto, são os selos usados que representam a verdadeira Filatelia Histórica, uma vez que já cumpriram a missão de portear cartas.
Então o que fazer? Pode-se coleccionar tanto os selos novos – aqueles que não foram usados numa carta, isto é, sem carimbagem – quanto os selos usados – aqueles descolados das cartas ou nelas mantidos por levarem um carimbo especial.
Em geral, nas colecções, não se deve misturar selos novos e usados; somente se houver extrema necessidade ou os selos forem raros.  Se a escolha for por uma colecção de selos novos – que é, sem dúvida, menos trabalhosa – o Filatelista, além de um rigoroso cuidado no momento de manuseá-la, deve observar o seu custo.  Se a escolha for por uma colecção de selos usados, o Filatelista deve estar preparado para a constante busca e selecção das peças, pois selo usado não é, de forma alguma, sinónimo de selo sujo, amassado ou com defeitos.