quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Como organizar uma Coleção?









Existem muitas formas de coleccionar, mas todas elas têm por base as seguintes normas:


Colecção tradicional: composta por todos os selos de todas as taxas das respectivas séries, colocadas pelas ordens cronológica de emissão e de valores
Colecção moderna: o material filatélico é unicamente escolhido em função do tema e do plano de desenvolvimento desse mesmo tema. Dividem-se em dois grandes ramos:
Colecções Temáticas - incluem-se os elementos filatélicos de qualquer natureza, cujos motivos neles apresentados ou que deles ressaltam, ou ainda, o fim a que se destinam, tenham cabimento directo, e ou ajudem a desenvolver o tema escolhido
Colecções por Assuntos ou de Motivos - têm cabimento todos os selos e documentos filatélicos que se ligam com um motivo ou um fim de emissão. A sua apresentação pode ser feita segundo uma ordem sistemática, por países ou por ordem cronológica. Assim, nas colecções de motivo parece uma sucessão de selos ou de séries onde o mesmo motivo se repete regularmente (o que já não acontece numa temática)
Os selos, tanto novos como usados, devem ser guardados num Álbum classificador (álbuns com tiras de papel seda horizontais, onde se colocam os selos), conforme se vão obtendo.
Ao possuirmos já uns tantos selos começamos a colocá-los por ordem de emissões e de taxas. Para tal necessitamos de um Catálogo. Existem também folhas com dimensões e formatos especializados que servem de base à montagem da colecção.
Se se trata de uma colecção de tipo tradicional, podem escolher-se dois tipos de folhas-suporte:
Folhas de álbum impressas, onde cada folha já tem a indicação do sítio onde se colocam os selos, com o respectivo desenho ou descrição
Folhas de quadrícula simples, onde os selos se vão colocando segundo a nossa vontade e critério Se se trata de uma colecção de tipo moderno temos forçosamente de utilizar folhas de quadrícula simples, pois somos nós quem determina as peças que entram na colecção e onde.